Use os momentos difíceis como ferramenta para evoluir

Saiba como lidar com momentos difíceis dentro de quadra

A coisa mais fácil num treino ou jogo é abraçar as negatividades e ir para o buraco quando as coisas não caminham como desejável.

Canso de ver principalmente os mais jovens em treinos e jogos simplesmente não tentarem sair desses momentos difíceis.

Leia mais:

+ Autoconfiança e a formulação de objetivos no tênis

+ Confira dicas psicológicas e cresça de desempenho no tênis!

Reclamações, descontar na raquete, fazer corpo mole e outras negatividades fazem parte do repertorio.

O que precisam entender é que simplesmente não levantamos todos os dias com o pé direito.

O metabolismo tem influência direta em nosso dia a dia.

Tem dia que chutamos o pé da cama, batemos o cotovelo na parede, tropeçamos no cachorro.

No treino, a sensação é que estamos quadrados, a concentração fica difícil e os golpes fora do timing. Demoramos a engrenar, o corpo fica pesado.

Foto: ATP Tour

Mas o que fazer? Desistir, ir para casa e esperar um dia melhor?

Na realidade, esses dias são as grandes oportunidades para realmente conseguirmos um excelente treino, tanto técnico e principalmente mental e emocional.

Quando está tudo redondo e favorável, tudo fica fácil e o dia passa tranquilo e leve. Mas nem sempre isso acontece.

Esse tipo de situação adversa se apresenta principalmente em pré-temporadas, pois os treinos são fortes e diários.

Penso que algumas atitudes ajudam muito nestes dias. São elas:

Dicas para superar momentos difíceis nos treinos

  1. Não reclame, assim não alimentará a negatividade. Se for para falar, que sejam coisas positivas e motivacionais.
  2. Respire profundamente e constantemente, baixando a ansiedade e mantendo a mente mais tranquila.
  3. Comece o treino mais lento, desenhe melhor seus golpes, alongando mais seus movimentos, batendo mais devagar e iniciando trocas de bola mais lentas e longas.
  4. Foque no constante ritmo das pernas, como se estivesse dançando.
  5. Defina objetivos mais constantes, como treinar trocas de bola cruzadas e manter a regularidade.

Enfim, tudo que faça você entrar em uma frequência mental mais constante e relaxada no treino.

Em pouco tempo, o treino terá outra vibe, o ritmo aparecerá e a velocidade natural com regularidade se manifestará como consequência.

Confira também:

+ Acesse o canal Edu Oncins, veja dicas exclusivas e jogue melhor/

+ Escute o último Edu Oncins Tennis Cast!

Assim, você conseguirá ter um ótimo aproveitamento, alterando um dia ruim e achando o seu melhor.

Esse tipo de atitude treinará seu cérebro e mostrará que você é capaz de superar adversidades, o que ajudará diretamente nos seus jogos.

Dicas para superar dias de jogos ruins:

  1. Procure usar bastante o tempo que tem entre os pontos respirando e se acalmando.
  2. Num dia ruim, as bolas saem por pouco, batem na fita, o reflexo não é o mesmo. Procure ritmo, troca de bolas com pontos mais conservadores até que se sinta mais à vontade e dentro do jogo.
  3. Geralmente nesses dias estamos mais tensos que o normal. Fazer movimentos com os ombros tensionando e relaxando soltando o ar com vigor, ajuda muito.
  4. Observe com calma, analise estrategicamente o que pode fazer. Raciocine que mais do mesmo, se não está dando certo, provavelmente não mudará. Tente alternativas diferentes e talvez se surpreenda encontrando oportunidades. Tenha em mente que o jogo termina somente no último ponto e nunca desista.

Já tive jogos onde o cara começou não errando uma bola, todos os tiros entrando e os meus saindo. Aces do adversário cada vez mais comuns.

“Já era”, pensei. Mas, depois, me recuperei. Respirei fundo e pensei em tentar algumas coisas.

Como se recuperar em dia de jogos difíceis

1 -Mudei meu posicionamento na resposta de saques, fazendo meu adversário pensar mais e, consequentemente, ele começou a errar e abrir oportunidades.

2- Mudei o ritmo do jogo, alternando bolas rápidas com bolas lentas.

3- Busquei subidas repentinas à rede, com aproachs ou às vezes com bolas altas.

4- Usava os drops de vez em quando, chamando o adversário para a rede.

Só o fato de eu começar a pensar mais e tentar coisas diferentes me ajudou a entrar no jogo. Nossa mente é capaz de muita coisa, é só nunca desistir enquanto a bolinha estiver em movimento.

Escute o Edu Oncins Tennis Cast sobre a minha carreira:

Já cansei de ver grandes jogadores levarem um pau no primeiro set, pois não estavam num bom dia. Mas eles permaneceram calmos, buscaram outro tipo de estratégia e atitude e, dessa maneira, mudaram o placar positivamente.

Aliás, vencer em um dia ruim é uma das maiores característica dos grandes campeões. Ter consciência de sua capacidade para reverter esses momentos difíceis em vitoriosos é essencial.

Mãos à obra.

Abraços e até a próxima.

Close
Portal Edu Oncins © Todos os direitos reservados
Close
%d blogueiros gostam disto: