Gauff, Federer, Nadal x Kyrgios: os destaques da primeira semana de Wimbledon 2019

A grama é um jogo bem diferente, como sempre comento. Com suas características particulares, proporciona as grandes surpresas nas primeiras rodadas, que dificilmente aconteceriam em outros pisos.

Os grandes sacadores e especialistas em quadras rápidas têm suas vantagens, onde todos os outros jogadores ainda buscam seu melhor timing. Os grandes sacadores e voleadores, além de procurarem constantemente a rede após o saque, também nas respostas, buscam a rede com aproachs na primeira bola ou na primeira oportunidade, não proporcionando nenhum ritmo aos adversários.

Também a adaptação para uma melhor movimentação, um ótimo primeiro voleio colocado (principalmente os curtos e angulados), uso de um bom slice, fazem muita diferença.

Esses foram meus destaques entre as surpresas das primeiras rodadas:

  • Zverev perdeu para Vesely: O alemão ainda está procurando estabilidade mental, que perde em muitas situações importantes.
  • Thiem perdeu para o americano Sam Querrey, como previ na minha coluna anterior.
  • Tsitsipas, perdido com a movimentação na grama, é derrotado pelo pequeno valente italiano Thomas Fabbiano no 5º set. Em várias situações onde Stefanos procurava a rede, ele não voleava com eficiência, permitindo ao rapidíssimo italiano reverter a jogada. Pecou muito na movimentação, passando a impressão que tinha dificuldades para equilibrar-se.
  • Também na primeira rodada, vale destacar o set perdido por Federer contra o talentoso sul-africano Lloyd Harris. Harris, que veio do qualifying, tem grande saque e direita. Após o primeiro set, entretanto, Roger recuperou-se e venceu rapidamente os 3 sets seguintes.

Destaques de segunda rodada:

  • O gigante Reilly Opelka, com seu big serve, bate Wawrinka. Mérito de Opelka que jogou muito bem, com Wawrinka não encontrando meios de responder o saque do americano.
  • Depois de uma grandiosa semana em Queens, Lopez cai diante de Khachanov. Esse resultado me surpreendeu, vendo o russo responder brilhantemente o saque do espanhol e Lopez falhando em demasia suas finalizações a rede.
  • Marin Cilic, ainda apagado esse ano, perde para o português João Souza.
  • E sem dúvida o Grande jogo da segunda ronda, Nadal batendo Kyrgios. Espanhol concentradíssimo, com vontade gigantesca, não dando bola para qualquer atitude do australiano e vencendo num apertado e perigosíssimo quarto set no tie break.
  • Se Kyrgios vence o quarto set, seria gasolina no fogo. Destaque para a bolada que Nick deu no espanhol. Rafa comemorou muito logo após o match point, dedo em riste para seu time, demonstrando tipo, “Comigo não, negão”, rs.
Rafael Nadal 2019 Wimbledon Tsonga
Nadal brilhou e venceu Foto: Divulgação/ATP Tour

Destaques de terceira rodada:

  • Federer segue atropelando, bate Poullie em 3 sets.
  • Nadal passa o trator em Tsonga em 3 sets.
  • O talentoso jovem francês Ugo Humbert bate o jovem Felix Auger-Aliassime, num belo jogo em 3 sets.
  • Bautista Agut surpreende e bate Khachanov, em 3 sets.
  • Nishikori segue vencendo e bate Johnson e 3 sets.
  • O espanhol e grande jogador (quando está bem de cabeça), Fernando Verdasco bate o pequeno valente italiano Thomas Fabbiano em 3 sets.
  • O grande destaque vai para o argentino Guido Pella, que jogou fantasticamente bem, batendo Kevin Anderson (vice do ano passado), em 3 sets. Neutralizou o saque do sul-africano, respondendo muito bem e trabalhando com muita eficiência os pontos de fundo de quadra.
  • Djokovic teve jogo duro contra o Hurkacz, jogador que vem se destacando cada vez mais e avança a quarta rodada! Djoko vem bem sólido e ganhando confiança também! Ano passado Wimbledon (Djoko foi campeão), foi seu turning Point para os grandes resultados novamente!
Roger Federer 2019 Wimbledon Pouille
Federer busca o 21º título de Grand Slam. Foto: Divulgação/ATP

Bia brilha

Vale destacar a grande vitória de Bia Haddad Maia contra Muguruza, em 2 sets (6-4/6-4), jogando um tênis de primeiríssima. Infelizmente perdeu na rodada seguinte para a inglesa Dart, num jogo onde a brasileira perdeu o primeiro set no tie break, jogou melhor o segundo vencendo por 6-3 e não se impôs no importantíssimo início do terceiro set, abrindo a porta para a recuperação e vitória da inglesa.

Faltou a Bia o foco do aqui e agora do jogo. A expectativa de possível avanço e o fato de ser a favorita nesse jogo pesou. Vamos com tudo para a próxima Bia. Acredito muito em você.

Beatriz Haddad Maia 2019 Wimbledon Garbine Muguruza vitória
Bia Maia eliminou Muguruza em ótimo jogo. Foto: Divulgação/Wimbledon

Decepções:

  • Naomi Osaka perde na primeira rodada para Putintseva, com a japonesa desmotivada. Na minha opinião, falta orientação psicológica. Ela está sentindo o fato de ser nova celebridade e não gosta da bajulação. Tem que aprender a lidar com o fora quadra e não deixar interferir dentro da quadra.
  • Sharapova perde de Parmentier.
  • Ostapenko perde de Su- Wei.
  • Sabalenka, também ruim de cabeça, perde de Rybarikova.
  • Kerber perde da americana Davis em 3 sets.
  • Wozniacki perde para Shuai em 2 sets.
  • Crescendo e ganhando confiança:
  • Serena ganha duro de Kaja Juvan, terceiro set.
  • Kvitova, uma de minhas favoritas, passa o rodo em Linnete.
  • Pliskova vence Su-wei em duros 3 sets.
  • Svitolina bate jogadora que gosto muito, a Sukkari em duros 3 sets.
  • Konta bate Stephens em duros 3 sets.
Serena Williams 2019 Wimbledon estreia
Serena passou por desafios nesta edição de Wimbledon. Foto: Divulgação/Wimbledon

Passam o trator e depois o rodo:

  • A talentosíssima Ashleigh Barty, sem dúvida, uma das grandes favoritas ao título, desliza na grama, com enorme desenvoltura e tênis de altíssimo nível, vindo a rede constantemente e voleando com uma mão incrível.
  • Halep atropela Azarenka.
  • E a menina prodígio de 15 anos Cori Gauff (a grande sensação do torneio). Depois de bater Venus Williams na primeira rodada, Rybanikova na segunda, segue para a quarta rodada, vencendo em jogo épico contra a bela e experiente Polona Hercog.

Gauff mostra uma maturidade incrível, sente-se totalmente à vontade em plena quadra central do templo sagrado, como se estivesse jogando um torneio juvenil num clube qualquer. Uma superatleta em desenvolvimento, com excelente saque, eficiente forehand com topspin, conseguindo tanto profundidade quanto excelentes ângulos e fantástico backhand com 2 mãos. Assim, ela consegue ser extremamente agressiva com esse golpe.

Tem muito espaço para evoluir ainda, como por exemplo no seu slice e vindas a rede. Com certeza nasce uma grande estrela e espero que seja bem conduzida, não seguindo exemplos anteriores que se perderam no meio do caminho.

Vamos torcer.

Por hoje já escrevi bastante, vamos seguindo e até o outro final de semana após a final.

Grande abraço.

Close
Portal Edu Oncins © Todos os direitos reservados
Close
%d blogueiros gostam disto: