Reta final no US Open 2018

Início da segunda semana do US Open e o cerco vai se apertando.

Ontem tivemos a inesperada derrota de Roger Federer para seu companheiro de reinos e amigo John Millman. Comentei no último podcast que venho observando Roger menos resiliente, errando bolas que normalmente quando está bem não erra. Apesar da vitória contra um impaciente Kyrgios, comentei que Roger ainda não estava em seu melhor, continuando a errar bolas que não é do seu feitio. Ontem foi confirmado perdendo um jogo onde, sem desmerecer o esforçado Millman, Federer atuou longe do seu melhor nível.

Sorte de Novak Djokovic, que vem bem sólido, crescendo no torneio, muito focado e com vontade de abocanhar mais um título de Grand Slam. Penso que não terá dificuldades para superar o australiano na rodada de quartas de final desta quarta-feira. Marin Cilic e Kei Nishikori repetirão o jogo onde há dois anos atrás o gigante croata sagrou-se campeão em Nova York. Nishikori vem em excelente forma e jogando em altíssimo nível todos os jogos até agora. Penso que o japonês levará dessa vez, pois principalmente suas respostas de saque estão fulminantes. Cilic escapou por pouco do jovem australiano Alex De Minaur em 5 sets e sentirá um pouco seu físico neste jogo.

Nos jogos desta terça-feira, pelas quartas de final, teremos dois grandes e imperdíveis jogos.

Rafael Nadal com toda sua garra vem lutando e vencendo seus adversários, convencendo que pode resistir a muita artilharia, tanto nas trocas de bolas buscando seu forehand para atacar, como se defendendo e contra-atacando com maestria. Hoje joga com o conhecido Dominic Thiem em mais uma batalha de dois jogadores que primam pelo jogo de base. Minha opinião é que o Touro Miúra sairá vencedor dessa batalha, apesar do austríaco estar apresentando um excelente jogo em quadras duras.

Juan Martin Del Potro contra John Isner será um jogo interessante, pois veremos a capacidade do argentino em neutralizar o saque do gigante norte-americano e faze-lo jogar mais nas trocas de bolas do fundo da quadra. Isner com certeza focará em seu big serve e tentará encurtar mais as jogadas, atacando principalmente com seu potente forehand. Briga de gigantes com difícil prognóstico dependendo em quem estiver melhor em sua característica no dia. Penso que Delpo leva vantagem, pois vem mantendo muita regularidade em seus resultados durante o ano e já declarou que o Grand Slam americano é seu torneio favorito.

Chave de simples feminino

Serena Williams enfrenta Karolina Pliskova, que vem buscando seu melhor jogo novamente. Penso que Serena sairá vencedora desse jogo, pois vem pegando cada vez mais ritmo e crescendo muito no torneio, com a torcida a seu favor.

Sloane Stephens joga contra uma talentosíssima Anastasija Sevastova que tem muitas cartas na manga e vem jogando um tênis primoroso. A atual campeã norte-americana também vem jogando um tênis sólido, alterna a velocidade e ritmo do jogo com muita inteligência e facilidade. Penso que Sloane sai vencedora desse jogo e avança à semifinal.

A espanhola Carla Suárez Navarro bateu Maria Sharapova com muita autoridade nesta segunda-feira e terá pela frente uma Madison Keys com características semelhantes. Veremos se a espanhola conseguirá manter o mesmo nível contra Keys, que é uma franco atiradora. Penso que Suárez tem tudo para vencer essa partida, mas com dificuldade. Veremos se conseguirá entrar no mesmo ritmo que ditou contra Sharapova.

Finalmente aparecendo novamente em destaque a fulminante samurai Naomi Osaka, que destruiu várias jogadoras no seu percurso até as quartas de final, batendo a jovem bielorrussa e grande promessa Aryna Sabalenka. A jovem tenista do Japão enfrenta a ucraniana Lesia Tsurenko e meu palpite vai para a japonesa, que em seus melhores dias joga um tênis mega agressivo, com golpes completos e muito eficientes.

Nas duplas masculinas, fica minha torcida para os fantásticos jogadores brasileiros Melo com Kubot voltando a seus melhores dias e Bruninho Soares com Murray em grande fase. Seguimos acompanhando a derradeira semana do último Grand Slam do ano.

Os comentários estão encerrados.

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: