Miami Open evidencia o circuito profissional cada vez mais equilibrado

Há pouco tempo, presenciamos os movimentos para renovação da ATP, fomentando a renovação de novos ídolos, os Next Gen. Diferentemente do feminino, com o surgimento de várias jogadoras novas todos os anos, principalmente advindas de escolas do leste europeu, no masculino estávamos sentindo falta de novos valores, contando sempre com a hegemonia dos grandes, Federer, Nadal, Djokovic e companhia. Atualmente podemos ver diferenças com muito mais equilíbrio.

Não posso deixar de mencionar o mais regular de todos, Nadal, que dificilmente perde para quem não deveria e que infelizmente se lesionou novamente. Federer seria Fênix, pois quando todos pensam que irá abandonar em breve, registra que estará de novo ano que vem na Califórnia para Indian Wells.

Podemos afirmar agora que no masculino, os efeitos dos Next Gen, estão sendo presenciados principalmente nos torneios de 2019. O equilíbrio e algumas derrotas dos grandes nas primeiras rodadas são prova disso. Pudemos ver por exemplo a derrota Djokovic em Indian Wells, e agora pouco ganhando de Del Bonis no terceiro set, oscilando muito na confiança. Temos a vitória de Thiem sobre Federer na final de Indian Wells e agora a derrota do próprio austríaco na segunda rodada de Miami para o surpreendente polonês Hurkacz (super talento), que acaba de perder para o jovem fenômeno canadense Felix Auger-Aliassime de apenas 18 anos (vamos ver muito dele nesse ano). Temos Tsitsipas entrando no top 10.

Também em Miami, Federer escapando de Albot, vencendo no terceiro set, Rublev batendo Cilic e a surpreendente derrota ontem de Sasha Zverev para o incansável David Ferrer, que ganhou um convite na chave e jogou muito. Anderson ganhando num jogo duríssimo contra o jovem espanhol Munar, Shapovalov que resolveu dar o ar da graça novamente na terceira rodada e Medvedev se afirmando cada vez mais vitorioso e conseguindo seu espaço. O jovem inglês Edmundo acaba de vencer Raonic em 2 sets. Lembrando que estou escrevendo domingo à noite.

No feminino temos um circuito mais equilibrado ainda: Osaka perdendo para Su-Wei, Svitolina perdeu para Yafan, Kerber perde da jovem canadense Andreescu novamente. Detalhe: essa canadense Andreescu veio para ficar, somente 18 anos e joga muito. Bencic perde para Putintseva, Tomljanovic bate Sabalenka.

Resultados de agora, também jogos duríssimos: A veterana Vênus bate a jovem talentosa Kasaktina (promete muito a jovem russa). Halep ganha duríssimo de Hercog. Yafan vence Collins. Putintseva surpreende e venceu a talentosíssima Sevastova. Surgimento constante de novas jogadoras. Totalmente imprevisível. Meu palpite: Andreescu novamente.

Isso me deixa super ansioso para as próximas rodadas. Quero ver como o Mestre dos Magos Federer se sairá. Djokovic se irá conseguir elevar sua confiança durante o torneio. O que esperar do jovem Aliassime nesse torneio? Me parece que podemos ter novas surpresas em Miami no masculino. Mas vou de Federer aqui. Penso que a Fênix Federer tem plumagem crescendo ainda, rs.

Todos ganhamos muito com o surgimento de novos jogadores e possíveis ídolos.

Vamos acompanhando.

Os comentários estão encerrados.

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: