Evoluindo mais rapidamente utilizando parâmetros

A coisa mais normal de se ver, é chegar a um clube ou academia e observar os jogos e principalmente os treinos e aulas vendo as pessoas baterem na bola a esmo. A grande maioria bate na bola por bater.

Garotada principalmente é carregada de energia e a grande regra é descer a mão na bola sem medo de ser feliz.

Essa postura comum que observamos na grande maioria carece de objetivos claros e bem definidos, acarretando desperdício de tempo e energia, sem resultados concretos.

Vamos separar por partes e nível aqui:

Vemos os principiantes iniciando as aulas de tênis em sua grande maioria, raras exceções, com braço duro, tentando replicar arduamente o que o professor explicou. Logicamente existe toda uma expectativa inicial que deve ser considerada, mas passando a fase inicial, algumas técnicas de ensino podem fazer a diferença.

andy murray dicas tenis
Foto: Divulgação/Australian Open

O iniciante não possui a capacidade de dimensionar espaço e velocidade, pois ainda não desenvolveu sensibilidade e parâmetros com que se basear. Muito importante ressaltar a importância de iniciar a aula mais perto da rede, para que ele dimensione mais tranquilamente espaços e desenvolva a sensibilidade de seu contato com a raquete e bola.

Também vale observar a execução do golpe utilizando todo o corpo, onde ele comece a perceber o usufruto das alavancas, criando parâmetros de estados de relaxamento, onde aos poucos perceba que o grande negócio no tênis não é usar a força, mas o sincronismo cada vez mais aperfeiçoado e harmônico das alavancas. Depois de perceber um pouco mais e ter a referencia de mais perto da rede, aos pouco ir afastando em direção a linha de base e observando a desenvoltura de seus golpes sem perder a famosa soltura. Dessa maneira evoluirá mais rapidamente.

A garotada competitiva e aos candidatos ao circuito profissional, vejo muitas vezes escorregadas pesadas em treinos.

É um desperdício incrível de tempo bater na bola com a cabeça vazia, disparando tiros atrás de tiros sem um objetivo definido. A não ser que objetivo seja aprender a soltar o braço em si.

Uma vez a soltura esteja manifestada e a mecânica mais confiante e desenvolvida, crucial trabalhar com parâmetros bem definidos, como:

1- Padronização de preparação dos movimentos.

2- Trabalhar conscientemente com diferentes velocidades de bola.

3- Treinar profundidade e ângulos pré definidos.

4- Trabalhar regularidade.

5- Treino de alternância de velocidade e altura de bolas.

6- Muito treino de saque com direcionamentos conscientes e definidos, alternando entre primeiro e segundo saques. Diferentes efeitos também.

Observar e analisar performances de treinos e jogos criando parâmetros de evolução bem como calendário de torneios e ranking.

Os parâmetros sendo trabalhados de forma consciente serão manifestados em forma de segurança e confiança nos momentos de um jogo e principalmente de pressão.

Mãos a obra e evolua definindo seus parâmetros.

Grande abraço e até a próxima

Close
Portal Edu Oncins © Todos os direitos reservados
Close
%d blogueiros gostam disto: