O tênis em números: Veja os principais recordes e marcas de Federer, Djokovic e Nadal

Os três maiores nomes da história do tênis mundial masculino convivem na mesma época. Novak Djokovic, Rafael Nadal e Roger Federer são, sem dúvidas, as principais lendas do esporte dentro do circuito da ATP.

Leia mais:

Djokovic avassalador no Australian Open 2019

+Baixo desempenho em Grand Slam é o teto para a NextGen chegar ao número #1 do mundo

É sempre um privilégio poder vê-los jogar, como no último domingo (27), quando o sérvio foi campeão do Australian Open e assim faturou seu 15º de Grand Slam. Deste modo, Djokovic ultrapassou o norte-americano Pete Sampras, dono de 14 troféus, e se tornou o terceiro tenista mais vezes campeões em torneios da série Major. Os dois primeiros? Justamente Federer (20) e Nadal (17).

Os três estão bem cotados na lista de jogadores com mais semanas na liderança do circuito masculino. O líder disparado é Roger, com 310. Nole aparece no quinto posto, com 236, enquanto Rafa é o sexto, com 196. Durante treze anos os três se revezaram como número #1, em um período que durou de fevereiro de 2004 até novembro de 2016.

O panteão do esporte mundial viu também eles entre os primeiros na lista de tenistas que mais vezes terminaram o ano na liderança do ranking. Apesar da liderança de Sampras, com seis temporadas, os três aparecem logo na sequência. Federer e Djokovic foram os melhores do mundo ao final do ano em seis oportunidades, Rafa, por quatro vezes.

Juntos, Rafa, Roger e Novak somam a incrível quantia de 52 títulos de Grand Slam. Isso garante a eles 82,5% dos troféus nos quatro principais campeonatos do mundo desde a vitória de Federer em Wimbledon 2013. O suíço, aliás, é o maior vencedor na grama sagrada, com 8 vitórias. Nole lidera em conquistas no Australian Open (7) e Rafa é o grande campeão em Roland Garros. O suíço está empatado com Sampras e Connors como jogador com mais títulos no US Open na Era Aberta, com 5 troféus.

Com marcas e recordes impressionantes como estes, é impossível negar que vivemos a Era de Ouro do tênis mundial. Uma dica: aproveite cada minuto, cada partida e torneio. Nem mesmo as lendas são para sempre e o circuito mundial terá uma grande renovação nos próximos anos.

Close
Portal Edu Oncins © Todos os direitos reservados
Close
%d blogueiros gostam disto: